Morreu nesse Sábado dia 26 de março de 2016 por volta das 14h00min o Professor Ático Vilas Boas da Mota em sua residência em Macaúbas-BA. Filho do professor José Baptista da Mota e de Aída Frota Vilas-Boas Mota. Ático nasceu em 11 de outubro de 1928 (87 anos). Segundo informações sua morte foi causada devido a um infarto, o enterro esta marcado para amanha as 10h00min na sua resistência ao lado da sua esposa na rua Doutor Manoel Vitorino em frente ao antigo Fórum de Macaúbas.

Doutor em Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP, morou na Romênia (Tendo lecionado português na Fundação Brasil-Romênia, Bucareste), onde efetuou parte de sua formação acadêmica e, depois, em Goiânia, onde lecionou na Universidade Federal – lente fundador da cátedra de Literatura Oral. Parte de sua obra é dedicada à cultura e história do estado de Goiás.

Como folclorista, coligiu importante acervo de manifestações culturais brasileiras, desde a literatura de cordel, gírias e expressões idiomáticas, à publicação de obras acerca de povos como os ciganos – iniciando o que denominou ciganologia. Também sugeriu a adoção do termo folclorística para os estudos relativos ao tema da cultura popular.

Após sua aposentadoria em 1991 instalou-se na cidade de Macaúbas, onde residia a mãe, ali efetuando importante trabalho de preservação cultural e resgate, sendo o principal mantenedor da Fundação Professor Mota.
Era membro de diversas instituições e entidades literárias e históricas.

Membro da Associação Goiana de Imprensa, da Associação Brasileira de Escritores (seção Goiás), das Comissões goiana e baiana de Folclore, é ainda imortal da Academia de Letras de Brasília, onde ocupa a cadeira 7.

Em 15 de dezembro de 2004 foi eleito membro correspondente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, tendo sido recebido por Cybelle de Ipanema, e seu discurso de posse versando sobre “As relações culturais Brasil-Romênia”.  Era ainda membro do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, da congênere de Goiás e do Rio Grande do Norte,e também do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros.

Foi Presidente da Comissão Nacional de Folclore. Membro correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros.

Dentre os livros publicados pelo professor Ático Vilas-Boas estão:

Ciganos – antologia de ensaios. Thesaurus, Brasília, 2004 (ISBN 8570623763)

Ciganos – Poemas em Trânsito. Thesaurus, Brasília, 1998.

Momentos da História dos Romenos. Thesaurus, Brasília, 1988.

Romênia: Poemário Telúrico – Thesaurus, Brasília, 1998 (ISBN 8570621647)

Rezas, Benzeduras, Etcetera. Goiânia, Editora Oriente 1977

Uma Noite Tempestuosa – (tradução) de Ion Luca Caragiale, Thesauros, Brasília, 2004 (ISBN 8570624212)

Uma carta perdida – (tradução) de Ion Luca Caragiale, comédia em quatro atos, Thesaurus, Brasília.

Brasil e Romênia: Pontes Culturais – Thesaurus, Brasília/Rio de Janeiro – 2010 (a obra teve lançamento a 30 de março, na Academia Brasileira de Letras).

O Portal de Macaúbas deixa registrado aqui nossos sentimentos à todos os familiares, que Deus dê muitas forças. Seu no nome ficará para sempre em cada macaubense. 

Veja  documentário Ático, O Mestre do Arado AQUI