É o período em que se promovem campanhas, o Ministério da Saúde, médicos e nutricionistas reforçam a importância do leite materno. Uma justa e importante preocupação. É na infância que se desenvolve grande parte das potencialidades humanas. Logo, o consumo de um alimento rico e saudável nos primeiros anos de vida vai fazer a diferença no desenvolvimento do indivíduo.

Um estudo do Ministério da Saúde aponta que o aleitamento materno poderia evitar 13% das mortes – de causas preveníveis – em crianças com menos de 5 anos. O leite diminui o risco de infecção, diarreia, chance de obesidade, pressão alta e diabetes. É um alimento completo que tem carboidrato, proteína, lipídio e muitas vitaminas como A, B12, C, D, E e K.

É, sem dúvida, essencial à vida e ponto! Mas, não é facil. Amamentar dói, o peito sangra se o bebê não sugar o mamilo corretamente, é cansativo porque o bebê mama com intervalos curtos e por longos períodos. A mãe fica sobrecarregada, ainda com as dores do parto e cansada da rotina diária que envolve os primeiros dias de um recém-nascido. Mas, eu falo pra você que é importante insistir, driblar os medos e as dificuldades acima de qualquer coisa porque amamentar é mais do que nutrir o bebê, é um ato de profunda interação ente mãe e filho. Um desafio, mas também uma grande conquista!